Por Lucas Honório

“Entendes tu o que lês?” (At 8:30). Esta foi a pergunta feita por Felipe ao mordomo-mor de Candace (rainha dos Etíopes), de origem etíope. Este mordomo estava de viagem a Jerusalém e em seu carro lia um capítulo do livro de Isaías. O trecho em si era: “Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca” (Is 53:7-8). O mordomo subitamente ao ouvir o questionamento de Felipe responde num tom talvez até irônico com outra pergunta: “Como poderei entender, se alguém não me ensinar?“ (At 8:31).

O capítulo continua com o eunuco questionando a Felipe de quem o profeta falava, de si ou de outra pessoa. Felipe então anuncia Cristo Jesus e o eunuco tomado pelo conhecimento passado por Felipe pede que este o batize. Após este evento Felipe é arrebatado para outro local e não mais vê o eunuco.

A pergunta feita no inicio deste texto é intencional: você entende o que lê? Você é capaz de interpretar aquilo que lhe dão por escrito? Obviamente a sua resposta é sim, caso contrário, não teria chegado até aqui neste texto. Mas ampliando mais a pergunta e me aproximando da história do Eunuco, pergunto: Você é capaz de entender a Palavra de Deus? Ler atentamente cada versículo, e não deixar margem para dúvidas? Destrinchar verso por verso, captando detalhes e informações que muitas vezes são passadas despercebidas?

Você irá se espantar, mas vamos a alguns dados sobre o estudo da Bíblia Sagrada:

  • A maioria dos “Cristãos que nasceram de novo” (termo para cristão que se entregou/batizou) possui visão de mundo em desacordo com a Bíblia1;
  • Menos de 40% dos cristãos praticantes nos EUA leem a Bíblia2;
  • De 1980 a 2016, nos EUA, a porcentagem de americanos que liam a Bíblia caiu de 73% para 59%3;
  • Apenas 16% leem a bíblia diariamente3;
  • O Facebook é mais lido que a bíblia

Os dados coletados foram feitos nos Estados Unidos, mas a situação pode ser aplicada de forma similar no Brasil (inclusive pesquisadores brasileiros aproveitem a deixa e façam estudos também). De fato, muitos cristãos não estão lendo a bíblia. Comportamentos, posturas ou modos de pensar de muitos ditos “cristãos” não estão batendo com o que a bíblia ensina.

De acordo com André Sanchez4, existem 10 razões para não ler a bíblia nos nossos dias:

  • Desorganização do tempo: as pessoas não fazem um organograma do dia.
  • Procrastinação: Adiar a leitura pensando em um amanhã que pode nunca chegar.
  • Propósito fraco: Ler a bíblia não realmente importante, por isso não damos tudo de si.
  • Começar do jeito errado: Iniciar a leitura por livros que requerem um bom conhecimento do contexto e detalhes, ou que apresentam muita simbologia não é algo recomendado para os cristãos recém-batizados. Um método bem interessante para quem quer começar a ler é iniciar pelos evangelhos, que falam de Cristo e a partir daí estudar os demais livros (eu particularmente aprendi iniciando pelo livro de provérbios e logo após os evangelhos).
  • Não sabe priorizar: com 24 horas por dia, muitas pessoas (cristãs ou não) priorizam coisas supérfluas. As redes sociais por exemplo não deveriam ocupar demasiado tempo. Ao começar o dia, foque naquilo que realmente importa, tendo a bíblia entre as atividades do dia.
  • O indivíduo não é verdadeiramente um cristão: Se você não da Palavra de Deus algo prazeroso, importante, indispensável, e a deixa em segundo plano, é hora de analisar se realmente você está tendo um relacionamento com Deus.
  • O individuo é muito pessimista: Por achar a bíblia de difícil leitura (no geral, as versões mais populares), muitos não se dão ao trabalho de tentar interpretar e estudar o livro sagrado. Não sejamos como os 10 espias enviados a Canaã e que voltaram reclamando e aprofundando o medo e a dificuldade.
  • Não é constante: faça da leitura algo comum como tomar banho, ou comer. Leia ao menos um capítulo (o programa “Reavivados por Sua Palavra” está aí para cumprir esse propósito).
  • Estão com uma vida espiritual destruída: não deixe que o pecado, a falta de comunhão te engula e te distancie da Palavra Dele, ore pedindo a Deus mais otimismo e força para mudar e sair na lama pecaminosa. Fuja da mornidão.
  • Não abre mão de outras coisas: Pare e pense, que tipo de atividade que eu faço durante o dia que poderia muito bem ser substituída pela leitura da bíblia? Que tipo de distração mental que nos vicia durante o dia poderia ser trocada pela leitura? Não usarei exemplos, reflita você mesmo no que você tem se distraído.

Por fim quero deixar para vocês versos que nos mostram a importância de ter no nosso coração a Bíblia Sagrada:

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”. 2 Timóteo 3:16-17.

Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’”. Mateus 4:4.

“Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti”. Salmos 119:11.

E aí? O que você está esperando? Está sozinho? Vá ler a Bíblia! Está com amigos ou familiares? Aproveite o momento e estude juntamente com os seus. É o meu desejo hoje para vocês e também é o do nosso Pai Celestial. Tem algum capítulo da bíblia que você gostaria de entender melhor ou aprender mais sobre ele? Deixe um comentário ou sugestão de capítulo e iremos abordar o tema no nosso próximo encontro!

_____________

Fontes:

1) https://www.gospelprime.com.br/maioria-cristaos-nao-conhece-biblia-pesquisa/

2) https://www.gospelprime.com.br/menos-40-cristaos-praticantes-leem-biblia/

3) https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/facebook-e-mais-lido-do-que-biblia-aponta-pesquisa.html

4) https://www.esbocandoideias.com/2014/03/10-razoes-por-que-as-pessoas-nao-conseguem-ler-a-biblia-hoje-em-dia.html